As Diversidades e a Preposição “para”.

Pode não parecer, mas “para” é uma palavra muito poderosa nos dias de hoje. Uma análise feita nas buscas do Google mostra como essa preposição é fundamental para marcar um aspecto identitário de quem a usa: não basta buscar um shampoo ou um aplicativo de relacionamento, tem que ser um shampoo para cabelos crespos ou um app de paquera para pessoas com mais de 50 anos.

Desta forma começamos a entender que cada vez mais as pessoas utilizam esta preposição nas buscas e com isso estamos criando um filtro específico, de identidade e diversidade. Com esta informação, podemos identificar que o site ou loja de sua empresa precisam estar sintonizados com informações que façam referência a este tipo de complemento de informação.

O poder do “para”: deixar claro como autoidentificações cada vez mais complexas demandam das marcas um olhar mais abrangente e cuidadoso na hora apresentar seus produtos, para todos os seguimentos.

Agora em sua empresa é importante pensar em representatividade, outro dado importante recentemente divulgada mostra que apenas 21% da população sente-se representada em anúncios publicitários, por exemplo.1 Para completar, um levantamento com o público LGBTQIAP+ brasileiro mostrou que 21% dos participantes não encontram produtos direcionados para eles nos mercados e 27% acreditam que as empresas não oferecem produtos para todos os tipos de pessoas.

Está claro que algo precisa ser feito e atualizado com a máxima urgência. Por mais que muitas empresas ainda tenham medo de errar na hora de discutir Diversidade, Equidade e Inclusão, já é hora de começar a fazer isso de forma correta.

Nosso comercio está passando por momento de muita mudança as redes sociais e os canais de internet, mudaram muito a forma de trabalhar, desta forma precisamos estar junto a todos os grupos para sermos notados, lembrados e aos poucos nos tronarmos referência.

Estar aberto as oportunidades é importante, em breve será realizado em Mogi Mirim a 2ª semana de inclusão e com ele vem o retorno do Moda Matriz (Um desfile de modas que acontecia em anos atrás organizado por Paulo Amaral e Alexandre Cintra), desta vez organizado pela Dayane Amaro, vem com foco nas pessoas com deficiência. Esta pode ser uma boa oportunidade para unir sua marca a um publico que também comprar e está ai esperando um pouco de atenção.

Boa Semana e Fique atento as novidades!

Compartilhe!