As pessoas querem mais proteção dos seus dados

Em 2021, cresceu a batalha pela proteção da privacidade dos dados dos consumidores.

Em 2021, cresceu a batalha pela proteção da privacidade dos dados dos consumidores. Tive acesso aos dados da Apple que em sua última atualização do sistema operacional iOS14.5 levou a surpreendentes 85% dos usuários de iPhone, em todo o mundo, optarem por não terem o rastreamento de aplicativos. 

O número bate com outros dados: 66% dos consumidores globais estão preocupados com a forma como seus dados pessoais são usados e evidências sugerem que essas preocupações com a privacidade estão aumentando. Uma pesquisa da Global Consumer Insights Pulse de dezembro de 2021 da PWC (PricewaterhouseCoopers) apresentou que 59% dos consumidores globais dizem que começaram a proteger melhor os seus dados, nos últimos seis meses. Isso deve ter sido uma resposta à mudança da opinião pública aos escândalos de dados corporativos, nos últimos meses, que têm tomado dimensões gigantescas

E para quem duvida, no ano passado, a China se tornou o 17º país a introduzir uma nova lei de privacidade de dados de clientes semelhante ao GDPR da Europa (Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados). De acordo com a Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento, 69% dos países (183) agora têm legislação de proteção de dados e privacidade, e mais outros 20 países têm projetos de lei sendo preparados.

As organizações precisam levar muito a sério sua função de curadoria de dados, tanto para atender a um cliente, cada vez mais preocupado com a privacidade, quanto para atender às normas de conformidade de dados em um ambiente regulatório altamente complexo.

Os empreendedores necessitam criar fortes culturas de confiança, incorporando imperativos de segurança em seus meios digitais.

Isso nada mais é que dizer que hoje somos responsáveis pelo que fazemos com as informações que temos. Quando pedimos um telefone de um cliente, é importante deixar claro que esses dados serão para o uso específico, não sairá de sua empresa, transformando em ferramentas de uso indevido por terceiros.

E a cada dia, as pessoas estão mais atentas e, na contramão, cada dia estamos mais expostos, mais identificados e mais ligados ao mundo digital.

Os dados que comentados fazem parte do relatório Digital Trends Report 2022, ou seja, são bem atuais.

Boa Semana. Fique atento às novidades!

Compartilhe!