Rua Conde de Parnaíba, os novos tempos pedem Modernização

Antes de entrar no tema, propriamente, gostaria de comentar que existe um livro que todos deveriam ler “Porque Nascem e Morrem as cidades”, nessa narrativa encontramos muitos argumentos que ajudam a entender o porquê de uma cidade existir.  Tudo é baseado no gerar movimento. O movimento de ir e vir, tudo vai mais longe, quando se precisa de algo e isso gera um deslocamento, hoje esse movimento pode ser físico e até digital.

Em Mogi Mirim, estamos para vivenciar um momento único que pode dar uma sobrevida às ruas do Centro da Cidade, em breve, teremos funcionando o Poupa Tempo, no Espaço Cidadão, e a Sede Administrativa da Prefeitura Municipal, no prédio do Clube Recreativo. Já há uma unidade funcionando na Rua José Alves com a Câmara Municipal de vereadores, mais abaixo temos o Centro Cultural, que a cada dia promove mais atividades, na Av. Santo Antonio.

O posicionamento desses serviços em pontos extremos, mas próximos, vai provocar, obrigatoriamente, circulação de pessoas pelas ruas da cidade e a Rua Conde de Parnaíba será o maior elo. Se alguém tem dúvidas disso, tente lembrar como foi nos anos de 1.875, quando iniciaram os serviços da estação ferroviária, no final dessa rua, seu desenvolvimento foi grande, porque geravam “movimento”, pessoas transitavam e usavam a rua para seu deslocamento. Na época, coqueiros foram plantados para embelezar a rua e para que as pessoas tivessem a melhor experiência possível, o comércio e os hotéis se instalaram, trazendo modernidade e conforto.

Se nossos administradores olharem esses sinais do passado, poderão ver que estamos próximos a tornar o centro novamente em ponto de muita convergência de pessoas e se não deixarmos esse cavalo passar arreado, como sempre fala o José Antonio Scomparin, toda cidade e o comércio podem ganhar.

É exatamente neste momento em que a Rua Conde de Paranaíba precisa receber uma atenção especial para torná-la mais bonita, mais agradável e mais confortável, para as pessoas passearem e até para os passeios dos pets, isso pode desenvolver toda a área central comercial.

Minha sugestão é dar um passo enorme, alargando as calçadas, diminuindo o leito do trânsito de carros, manter o estacionamento de veículos de um lado com passagem para um carro, calçadas com sinalização para deficientes, colocando os coqueiros mais distantes das lojas e em toda rua ou ainda, sendo mais arrojados, transformá-la em um grande Calçadão, um verdadeiro Boulevard a céu aberto. 

Aqui, deixo alguns benefícios:

 Projetará uma imagem de cidade progressista, adotando obras modernas; 

Embelezará a cidade;

 Colocará à disposição dos Mogimirianos um local aprazível para compras e chamaria a atenção para todas as ruas próximas;

Poderá ser vista como mais uma área de lazer para o cidadão;

Poderá atrair mais pessoas de cidades vizinhas pelo diferencial de opção de compras;

Criará uma oportunidade do cliente passear e olhar vitrine;

Alguns poderão até comparar a um Shopping a céu aberto;

Atrairá clientes que hoje se dirigem aos Shopping das cidades vizinhas;

 Além de facilitar a indicação de lugares, algo do tipo – “fica no, ao lado de, próximo do calçadão, etc”.

É claro que nem tudo são flores, é necessário um novo planejamento de trânsito para comportar os veículos na área e, ao mesmo tempo, incentivar a vinda de novos empreendimentos de estacionamentos e o mais difícil, vencer as nossas próprias convicções, pois sabemos que como moradores de uma das cidades mais antigas do estado, temos dentro de nós o conservadorismo, que muitas vezes nos deixa avessos ao progresso e à modernidade.

Agora, uma coisa é certa, haverá uma rua agradável e muito frequentada. Ah! Esses argumentos não são apenas meus, mas sim de muitos que comungam comigo essas ideias que podem fazer nossa cidade ser melhor, para jovens, adultos, crianças e pets.

Boa Semana! Fique atento às novidades.

Compartilhe!