Buscar a valorização do Centro da Cidade- parte 2

Há alguns dias, fiz uma pergunta: qual sugestão você daria para auxiliar a recuperação da região central?

E muitas opiniões foram enviadas e destaco algumas dessas respostas, que mostram o desejo  de buscar melhorias. Uma opinião com muitas repetições foi sobre as condições dos imóveis, observe esse trecho de um comentário: “Uma coisa que afasta as pessoas do centro é a percepção que boa parte dos prédios da região central está velha e com necessidade de um melhor cuidado, poderia ter lei com incentivos fiscais que auxiliasse os proprietários de lojas e donos dos prédios a manter os imóveis arrumados e bonitos.”  Isso poderia ajudar muito, pois uma loja com visual mais agradável gera muito mais vendas. Vamos pensar nisso!

Outra resposta muito comentada, foi a questão da internet, destacando uma parte desse depoimento: “Com a pandemia, os aplicativos de compra ganharam espaço, eu mesmo me tornei um adepto frequente, pelo preço e pela comodidade.” Aqui, se constata que muitos  preferem a comodidade da internet.

Um comentário que também chamou a atenção, foi o pedido de treinamento das equipes de vendas: “ Entrei em uma lojas para comprar um produto, fiquei por cerca de 5 minutos olhando os modelos, havia uns 3 funcionários parados, no momento. Nenhum veio até mim, faltou até um cumprimento gentil de bom dia, deveria ter um curso constante para que todos fizessem para relembrar a cultura da loja e a cultura da nossa cidade, que sempre foi primorosa no atendimento”.  Esse comentário é forte e alerta para necessidade de dar mais atenção às equipes, pois se o cliente entrou na loja, se não levar nada é porque a equipe falhou em algo. É preciso transformar clientes em fregueses.

A Zona Azul também esteve presente nos comentários: “Um dos fatores que pode melhorar é a Zona Azul, que nunca se encontra a pessoa para colocar crédito”.  Essa sugestão me  fez   procurar o proprietário da empresa para questionar como melhorar essa situação.  Segundo o senhor Nilson, estão sendo colocados parquímetros em diversos pontos da cidade que facilitarão a colocação de créditos, sem a necessidade das atendentes, ele também informou que começou a funcionar o pagamento pelo WhatsApp. Agora, pode-se enviar uma mensagem para o número do Whats da -Vaga Legal Mogi – (19) 99832-9791, e há um retorno com todas as informações para fazer o pagamento, que é realizado pelo aplicativo. Isso vai gerar muita praticidade para pagar a Zona Azul e com isso, as funcionárias, no futuro, não terão mais que trabalhar com dinheiro o que  deixará a profissão mais segura.

Engajamento, foi outro comentário muito mencionado: “Vejo, como essencial, que os proprietários se engajem no movimento de valorização do centro, para que reformem os atuais prédios e estabelecimentos comerciais, precisamos que todos entrem nessa luta para conseguir uma Lei Municipal que incentive de alguma forma a empresa a manter a fachada pintada e as calçadas preparadas para receber todas as pessoas, inclusive as com deficiência de locomoção”.

Fiquei surpreso com a quantidade de sugestões: Exemplos: “Instalação de banheiros públicos, no Jardim Velho ou mais próximos do centro, poderia até ser cobrado. Quiosques de serviços e pequenos comércios anexos aos banheiros.  Revitalização e extensão de uma das calçadas da Chico Venâncio com bolsões de estacionamento perpendicular (essa é uma rua que precisa de uma especial atenção, para que o comércio tenha a força de antigamente). Pergolados com plantas, no início e no meio das ruas. Bancos para descanso.  Lixeiras em toda região central. Base fixa da GM defronte ao Banco do Brasil. Melhorias da iluminação com braços duplos de luminárias nas ruas. Permanente limpeza de sarjetas e pintura das guias,  pois passa a sensação de limpeza agradável a todos que frequentam as lojas”.

Quantas sugestões boas, assim, acredito que todos querem ver o centro mais bonito e alegre.

Dessa forma, é preciso o engajamento de todos, apontando os problemas e apresentando as sugestões, para sermos mais felizes na cidade que amamos.

(Não coloquei os comentários inteiros e nem os nomes das pessoas para manter a discrição)

Boa semana e fique atento às novidades!

Compartilhe!