Prepare seu gatilho e acerte o alvo

Esta semana participei de muitas reuniões e em todas, percebi que as pessoas que estão à frente de muitas delas necessitam de motivação para continuar. Por isso, resolvi escrever sobre a importância de encontrarmos nosso gatilho mental.

Um dos meus principais gatilhos mentais sempre foi meu pai, o meu porto seguro na vida, ajudou-me a vida inteira, construiu meu primeiro escritório, trabalhando nas horas vagas do serviço dele e eu sempre acreditei que ele fazia da forma certa, na visão do que ele queria, na vida.

Pensando assim, todos possuem o gatinho, para ajudar naqueles momentos em que surge o desânimo, ou quando tudo parece estar dando errado, ou algo está levando para baixo, no meu caso, eu lembro e uso o gatilho do meu pai, meus pensamentos são direcionados para o positivo e isso me dá um gás, uma força, para virar o final de semana, ou para varar a noite trabalhando.

Então, tive a sorte de descobrir esse e outros gatilhos e todos têm que descobrir o seu gatilho, buscando o que se deseja ou que se goste, podendo ser a vontade de comprar o carro novo, aquela casa nova na praia, descobrindo, assim, o que motiva, para que se trabalhe para conquistar aquele bem, seu gatilho pode ser uma falha do passado, como sua empresa que já quebrou e as pessoas não acreditam mais em você, use isso para mostrar para elas que tem competência e que consegue chegar no topo. Encontrando uma razão para empurrá-lo para cima. Se sua idade o limita, inverta isso mostre que o tempo lhe trouxe a experiência que os mais jovens não têm, podendo ser a vontade de ter a primeira loja ou a segunda. O importante e buscar a motivação.

Quem não conhece um amigo que já fez o Caminho da Fé, quem entra nessa jornada, sabe que não pode parar de caminhar, mesmo que as dores nas pernas, as bolhas nos pés, as subidas íngremes, a lama que às vezes aparece, nada pode impedir de caminhar, na verdade, quando os obstáculos aparecem, mais ainda, vem a necessidade de caminhar, caminhar e continuar caminhando, muitas vezes estando no meio da jornada vem o desânimo e a vontade de parar. Agora, para vencer isso, é preciso continuar em frente, focar no destino e usando o gatilho mental.

Há algumas semanas, começamos a ensaiar a Fanfarra, com os amigos da velha guarda e depois de alguns ensaios, o grupo foi convidado para, no dia 30 de julho, abrir o festival de Bandas e Fanfarras do FESTIMM, isso é fantástico e até inacreditável, pois a ideia e a ação entre os amigos que foram colocadas em prática vão se transformando em uma nova fonte de entretenimento, cultura e lazer, no município.

E em nossa vida para conseguir galgar esses degraus, apenas, exige saber o que se deseja, ter as ideias e tirá-las do papel, mesmo que alguns digam que não é possível, divida com outros e corra atrás, na hora do desânimo, use seu gatilho mental e vá em frente, sempre em frente. Aproveito para agradecer ao Tiago Pereira e ao Camilo Vicente por acreditar.

Boa Semana e fique atento às novidades!

Compartilhe!