Saudades dos Correios Quando Funcionavam

Está cada vez mais frequente o atraso na entrega das correspondências pelos Correios, seja, de encomendas ou mesmo de uma simples carta. O que muitos não sabem é que a contratação dos serviços dos Correios, é uma obrigação de resultado. O descumprimento desse contrato pode resultar em dano material e ainda em dano moral.

Quando uma carta simples é enviada por uma agência dos Correios, ela deve ser entregue no prazo de um dia, de acordo com o site da empresa. No entanto, não é isso que acontece em quase todas as cidades do país. Se há dúvidas quanto a isso, convido a todos a fazerem o teste, envie uma carta para você mesmo ou para seu vizinho, ou para um amigo em outro bairro. E observe quantos dias levará para chegar.

Na agência, recebíamos muita correspondência, todo dia o carteiro estava por aqui, agora, ele vem uma vez a cada dois meses, veja a constatação: as revistas do Meio e Mensagem postados em 28 de março, em 04 de abril, em 11 de abril, em 18 de abril, em 25 de abril, só chegaram no dia 06 de junho, notaram a agilidade do correio? A agência está localizada em uma grande avenida de fácil acesso, imagino o tempo que leva para chegar nas residências, nas ruas e nos bairros mais afastados.

Até o nosso IPTU chegou com 2 meses de atraso, ainda bem que a prefeitura prorrogou o pagamento. Agora, o pior não é receber atrasado e saber que uma pessoa ou uma empresa teve o cuidado de enviar uma correspondência e acredita que foi entregue, no prazo, mas essa mesma empresa, recebe críticas por não ter enviado, quando na verdade a culpa é de um prestador de serviços que não cumpre o combinado.

Hoje, a Empresa Brasileira dos Correios e Telégrafos é apenas uma ferramenta que enxuga gelo, atende apenas o que mais interessa e a população, em geral, é deixada de lado. Fico me questionando, porque não se vende essa empresa Estatal, que só come o dinheiro dos nossos impostos. Passe para as iniciativas privadas, veja exemplo das entregas do Mercado Livre, se pede hoje e está na sua casa no dia seguinte, em alguns lugares, no mesmo dia.

O que eles têm que os Correios não têm? Compromisso e necessidade de manter clientes. Hoje, existem centros de distribuição por todo país, talvez seja o que os Correios tinham quando eram uma empresa séria, sem politicagem e cabides de empregos.

E quem arca com as consequências somos nós, que precisamos pagar mais impostos para sustentar uma estrutura arcaica, desorganiza e sem perspectiva de futuro.

Assim, poderia fechar ou passar para iniciativa privada, até os funcionários ficariam mais felizes, orgulhosos do serviço a ser prestado, como antigamente que as pessoas queriam trabalhar nos Correios, era importante, sólido e havia uma responsabilidade social de valor. Diferente de hoje que mais de 70% das pessoas que entram em contato são para reclamar (dados de uma pesquisa nacional).

Menciono isso com tristeza e aborrecido por receber minhas correspondências com 2 meses de atraso e olha que já fiz reclamações diretamente, no site do correio, nada se resolveu.

Há uma frase que célebre, “se não vai ajudar, não atrapalhe”.

Boa semana e fique atento às novidades!

Compartilhe!